26 de abril de 2014

Comentando o engraçado ato (NÃO) profético do Diante do trono



Para começar não estou nem ai para os fanáticos que irão defender o grupo. Se opinião mudasse minha vida, seria a pessoa mais infeliz do mundo.

Sei que não é muito recente, fiquei pensando não vou falar, não vou falar, não vou falar #VOFALAR.

Os principais integrantes do Diante do Trono Ana Paula Valadão e André Valadão promoveram o que pra eles seriam um ato 'profético', ato que foi transmitido pela TV e causou um grande burburinho pelo Brasil, muitas criticas e a maioria delas de vergonha.

Minha primeira reação ao assistir o video foi rir, rir muito, rir muito alto.

Depois olhando pelo lado carnal vi uma grande palhaçada, uma grande encenação. Ana Paula fazendo aviãozinho, André Valadão cantando barabara beberere e a pastorinha doidinha só do outro lado do palco saltitando come se tivesse um monte de barata no chão..

Nos olhos espirituais, não vi nada, porque não tem nada. O evangelho ridicularizado com uma encenação lamentável. Falar barabara não é língua dos anjos, pular mais que saci Pererê não é sinal e nunca vai ser de unção, e o aviãozinho??? Sem comentários. E não venha me dizer que não tenho fé, pois tenho tanta fé que sei que o poder, a plenitude de Deus é tao soberana, onipresente, que não preciso pular, nem fazer aviãozinho, nem de arruda nem de sal grosso, simplesmente #ACONTECE.

A cada polêmica ele se superam, uma mais bizarra que a outra, as vezes penso que eles fazem pra chamar atenção já que seus trabalhos estão cada vez piores. Ato profético intitulado 'Transferência de Gerações' me soa muito #ORGULHO, achei que quem determinava a próxima geração era Deus, quem gerenciava seus vasos era Deus, mas parece que o Diante do Trono tem esse poder, não é?

Observem bem, as pastorinhas de branco e a outra de verde, elas já estavam bem animadinhas, a Ana Paula toda educada, POR FAVOR, POR FAVOR, POR FAVOR, ai de repente eles se abraçam e começa a 'transferência' para próxima 'geração' que começa com o empurrão de Ana e logo após a massagem cardíaca, depois André encaixa as mãos no pescoço de uma jovem e canta barabarabara bereberebere. Depois Ana vendo que o cara caiu no chão e não ia se levantar começou a dar uma de Santos Dumont e tentou voar (SEM SUCESSO) e então percebe que é melhor cantar e pular junta com a pastorinha de verde que ainda estava bem animada.


Igrejas do Brasil, parem de inventar tantas parafernálias e de armarem o circo, as almas só precisam de Cristo, amor, respeito e de amigos.


JUNTE-SE A NÓS

LEIA MAIS SOBRE