16 de maio de 2014

Surge nova teoria. Como Egípcios moviam pedras gigantes para construirem suas pirâmides



Muitos mistérios giram em torno de uma das construções mais antigas do mundo: as pirâmides do Egito. Mas um desses mistérios parece, veja bem: PARECE, que foi descoberto recentemente por uma equipe da universidade de Amsterdã: como os egípcios moviam suas pedras de 2,5 toneladas em direção aos locais de construção das pirâmides? A resposta é simples, segundo a equipe: molhando a areia. Molhando a areia? Isso mesmo. Este povo carregava as pedras utilizando um instrumento, que seria uma espécie de trenó. Como a areia geralmente era seca, ao puxar os trenós era natural que ela se acumulasse na parte frontal do transporte. Maaaaaas... Com um pitaco de ideia, houve quem molhasse a areia para que ela não se acumulasse. A técnica permitia que ela ficasse dura e plana, facilitando a locomoção dos trenós.

De acordo com o estudo:

“Os físicos colocaram em uma bandeja de areia, uma versão de laboratório do trenó egípcio. Eles determinaram tanto a força de tração necessária e a rigidez da areia como uma função da quantidade de água na areia. Para determinar a rigidez, eles usaram um reômetro, que mostra quanta força é necessária para deformar um certo volume de areia. Os experimentos revelaram que a força de tração exigida diminui proporcionalmente com a rigidez da areia. Um trenó desliza muito mais facilmente sobre a areia firme e úmida do deserto, simplesmente porque a areia não se acumula na frente do trenó, como faz no caso da areia seca.”

Exemplo disso pode ser visto num dos desenhos feito dentro do túmulo de Djehutihotep na Era Vitoriana (imagem abaixo), dos quais vários escravos puxam o trenó com uma estátua colossal do governante do Império Médio em cima, enquanto um deles joga a água para molhar a areia.



Agora, resta-nos esperar que de teorias, os mistérios passem realmente a ser descobertos, além disso, há muito mais a ser desvendado. As pirâmides são cercadas de teorias e mitos, muitos deles, sem noção, por sinal, e até as teorias oficiais são de por em cheque a sua veracidade. Mas, enfim, teorias são proximidades da realidade e sobre o assunto é o que nos resta, aguardar o que está por vir também. Fiquem ligados na ozzner.com



JUNTE-SE A NÓS

LEIA MAIS SOBRE