7 de maio de 2014

Turistas recebem recomendações ao visitarem o Brasil durante a copa



A situação está tão preta para o Brasil e sua imagem tão feia internacionalmente que há até recomendações de diversos países sobre como visitantes estrangeiros devem se comportar quando estiverem em terras brasileiras. As críticas vão desde a má condução de veículos pelos brasileiros até o jeitinho brasileiro de ser. Canadá, Irlanda, Estados Unidos, Bélgica, Alemanha, México foram alguns dos países a listar os problemas recorrentes em terras tupiniquins.

Segundo o Canadá, um dos problemas agravantes no Brasil é o trânsito. Isso acontece porque brasileiro é agressivo ao dirigir, é imprudente nas ultrapassagens e dirige com excesso de velocidade. Além disso, segundo o país, as faixas não são bem sinalizadas e as estradas não são conservadas, o que faz o Brasil ter os maiores índices de acidentes rodoviários do mundo.

A Irlanda alerta também para o modo de condução de veículos dos brasileiros, recomendando que Irlandeses tenham cuidado com pessoas e animais nas estradas que comumente aparecem na frente dos carros e que estejam preparados para inesperadamente parar seu veículo. Para pedestres, alertou que é comum, no Brasil os carros não pararem após indicação do semáforo.

Os Estados Unidos também demonstram preocupações com estradas e motoristas brasileiros, enfatizando que os mesmos têm pouca habilidade na condução e que as estradas têm um número alto de caminhões. Além disso, lembrou que é comum condutores não respeitarem as regras mais básicas de trânsito. O site do governo americano também fala do perigo em aceitar ajuda de possíveis solidários, já que essa oferta de ajuda pode se tratar de um esquema criminoso.

Evitar andar com janelas abertas e evitar abri-las para possíveis passantes, foram algumas das recomendações vindas da Bélgica. Destacando também a péssima qualidade das estradas brasileiras, especialmente no norte do país, minimizando as críticas para estados como São Paulo e Rio de Janeiro.

Já Alemanha, enfatizou os assaltos frequentes, atestando que os alemães não resistam quando assaltados, pois muitos dos ladrões o fazem sob efeitos de drogas, não medindo atos e chegando até matar impulsivamente. Aconselha também que, por via das dúvidas, levem um dinheirinho extra para ter o que dá ao assaltante, já que este, pode também ter atitudes violentas somente pelo simples motivo de não ter o que entregá-lo. No site do governo alemão, ainda, alerta que o turista fique sempre atento nas suas bagagens, principalmente quando estiverem em locais públicos. Nos estádios, é recomendável que não exponha pertences de valor, como câmera fotográfica e telefones celulares. Além disso, a crítica sobre a saúde brasileira não passa despercebida, salientando que o tempo de espera em hospitais é longo. No site das representações alemãs no Brasil, a indicação é de que tomem bastante cuidado com suas bebidas, não as deixando sozinhas com estranhos, pois o perigo de drogas tranquilizantes nos copos é presente. Visitas de prostitutas ao quarto de hotel, também devem ser evitadas como forma de proteção a furtos ou problemas maiores.

A recomendação do governo mexicano recai sobre a segurança no Brasil, pedindo que os mexicanos selecionem bem suas visitas turísticas, evitem ostentar suas joias e dinheiros em público e procurem não utilizar, sempre que possível, transportes públicos. Lembra ainda que no Brasil há surtos de dengue, e que por isso evitem visitas a lugares em que há condições claras do problema. A desonestidade de quem trabalha em serviços de restaurantes, lojas e táxis também foi ressaltada: “os brasileiros costumam conseguir uma gorjeta extra e generosa com a desculpa de não haver troco”.


JUNTE-SE A NÓS

LEIA MAIS SOBRE